terça-feira, 1 de março de 2016

Zavascki nega pedido de adiamento de Cunha. Amanhã acompanharemos a decisão do STF


Na decisão, o ministro afirma que o julgamento foi marcado para esta quarta seguindo as regras do regimento interno do Supremo e que o inquérito contra Cunha "tem recebido atento e constante acompanhamento dos competentes representantes do acusado".

Zavascki esclareceu que os recursos dos advogados que questionavam mais prazo para a defesa serão julgados nesta quarta, no mesmo dia da análise da denúncia, e por isso, o julgamento não se justifica.

"A matéria objeto dos agravos regimentais, renovada na resposta à acusação, será examinada juntamente com o juízo de recebimento da denúncia, não justificando o adiamento requerido", afirma.

Leia mais no G1.
Zavascki nega pedido de adiamento de Cunha. Amanhã acompanharemos a decisão do STF
4 / 5
Oleh