domingo, 3 de abril de 2016

Assessora de Dilma comenta a matéria horrorosa da "revista" IstoÉ


Raramente faço comentários aqui no Facebook. Hoje, depois de ver a capa da Isto É e ler o texto que a acompanha, é inevitável fazer uns comentários.

Primeiro: embora esteja acostumada a ver na mídia relatos de reuniões de que participo completamente distorcidos, sempre sob o codinome "fontes do Palácio", nunca tinha visto tanta mentira por linha escrita.

Segundo: ao contrário do que é dito, o que surpreende a todos nós, que temos tarefas a cumprir junto à Presidenta, é sua extraordinária força e capacidade de não se deixar abater. A pergunta mais frequente entre nós é "como ela consegue se manter tão firme"?

Terceiro: será que se a Presidência estivesse ocupada por um homem na atual conjuntura os termos da matéria seriam os mesmos? Descontrole emocional, medicação para esquizofrenia e coisas do tipo são linhas de argumentação vergonhosas, oriundas de cabeças que não superaram ainda o conceito do "sexo frágil".

Quarto: a democracia brasileira será muito melhor e mais forte quando a imprensa voltar a publicar notícias, abandonando a ficção, gênero no qual ela não deve se aventurar. E quando pudermos, com agilidade, obter na Justiça, o direito de resposta contra as peças ficcionais que querem acirrar a intolerância.

A raiva e o nojo são grandes, mas menores que a certeza de que, até 31 de dezembro de 2018, o meu país será governado por mulher. Uma guerreira, com quem tenho a honra de trabalhar.


Sandra Brandão - assessora da Presidenta da República
Assessora de Dilma comenta a matéria horrorosa da "revista" IstoÉ
4 / 5
Oleh