quarta-feira, 6 de abril de 2016

CUT repudia Fernando Holliday


A Central Única dos Trabalhadores vem a público manifestar sua indignação à Liderança do Democratas, que indicou um representante do Movimento Brasil Livre (MBL) para falar, em nome do partido, contra a luta pelo fim da discriminação racial no Brasil.

De forma arrogante e desrespeitosa, o representante do MBL vociferou seu desrespeito e ira contra a realização da cerimônia em que se comemorava o “Dia Internacional de Luta pela Eliminação da Discriminação Racial”, nesta quarta-feira, 22, no Plenário da Câmara dos Deputados.

O representante do DEM rasgou a letra do Hino à Negritude (Lei Nº 12.981, de 2014) afirmando ser um “absurdo” que merecia “a lata do lixo”, e dirigiu-se a um membro da Mesa dizendo ser uma “vergonha” que merecia seu rechaço.

Não bastasse o racismo institucional, arraigado na sociedade brasileira, é aviltante termos ainda o espaço público do parlamento, a casa do povo, e de um povo de maioria negra, invadidas pelo racismo, pelo ódio e pelo desrespeito.

A CUT, Central Sindical que representa mais de 255 milhões de trabalhadores de todas as etnias em todo o país repudia mais esta atitude racista.


Vagner Freitas,

Presidente Nacional da CUT

Maria Julia Reis Nogueira

Secretária Nacional de Combate ao Racismo

Rosana Sousa Fernandes

Secretária Nacional Adjunta
CUT repudia Fernando Holliday
4 / 5
Oleh