sexta-feira, 15 de abril de 2016

Defensora do GOLPE, Clarissa Garotinho (PR-RJ) não participará da votação de domingo


A deputada federal Clarissa Garotinho não vai participar da votação do impeachment na Câmara dos Deputados no próximo domingo (17). O motivo, segundo o pai da deputada, Anthony Garotinho, é a gestação.

Na manhã desta sexta, no blog, Garotinho diz que ela está grávida de 35 semanas e que, por isso, não viajará para Brasília. “Todo o cidadão minimamente informado sabe que após o sétimo mês de gravidez, os médicos proíbem as gestantes de viajar de avião. Na semana passada, desobedecendo seu médico, Clarissa viajou a Brasília e foi parar no Departamento Médico da Câmara”, escreveu o secretário de governo de Campos.

Em tom irônico, Garotinho frisa ainda que seria um exercício de futurologia ela engravidar para fugir da votação no dia marcado pelo presidente da Câmara, Eduardo Cunha. “Será que alguém, há 8 meses atrás, já sabia a data em que o impeachment seria votado?”, questiona.

Ele ainda se defendeu de reportagens publicadas pela mídia nacional, insinuando que a jovem deputada estaria fugindo da votação do impeachment. “Querer insinuar que Clarissa está fugindo da votação do impeachment ou que teria negociado sua ausência em troca de benefícios para Campos é uma desonestidade, até porque ela já se posicionou publicamente favorável ao impedimento da presidente”, defende.

Notícia Urbana
Defensora do GOLPE, Clarissa Garotinho (PR-RJ) não participará da votação de domingo
4 / 5
Oleh