sexta-feira, 15 de abril de 2016

Em discurso na Câmara, Ministro da AGU afirma que o golpe é a subtração do direito ao voto do brasileiro

No plenário da Câmara dos Deputados, nesta sexta (15), o Ministro da AGU Advocacia-Geral da União, José Eduardo Cardozo, prova mais uma vez que relatório contra Presidenta Dilma Rousseff "não se sustenta", é conduzido por "vingança" pelo presidente da Câmara, Eduardo Cunha, réu no Supremo Tribunal Federal por corrupção e lavagem de dinheiro, e conclama o respeito à Constituição Federal e a defesa à democracia.

Em discurso na Câmara, Ministro da AGU afirma que o golpe é a subtração do direito ao voto do brasileiro
4 / 5
Oleh