quarta-feira, 20 de abril de 2016

Lula chorou três vezes durante a votação do GOLPE


Com os olhos cheios de lágrimas, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva fez petistas chorarem na manhã desta terça-feira (19) ao descrever o comportamento da presidente Dilma Rousseff durante a sessão da Câmara dos Deputados que deu prosseguimento ao processo de impeachment, na noite de domingo (17).

O relato foi feito em uma reunião com o comando do partido. Lula contou que, sem se alterar, Dilma pediu que seus auxiliares o consolassem. O ex-presidente contou ter saído três vezes da sala onde assistia à votação para chorar. Nas três vezes, Dilma ficou impassível e recomendou que seus assessores o acompanhassem.

"Cuidem do presidente", recomendou Dilma, segundo a versão de Lula.

O ex-presidente lembrou as adversidades que enfrentou para fundar o PT e disse não acreditar que seus colegas de partido tenham que superar tantos obstáculos atualmente.

De acordo com participantes da reunião, Lula reconheceu os erros que cometeu na composição de alianças e se disse traído por deputados com quem conversou antes da votação para impedir a derrota do governo. O petista, ainda de acordo com os presentes, chegou a chamar ministros de "canalhas".

Leia mais na Folha.

Lula chorou três vezes durante a votação do GOLPE
4 / 5
Oleh