sexta-feira, 15 de abril de 2016

Protestos contra o golpe fecham vias de São Paulo


Manifestações contra o impeachment da presidente Dilma Rousseff (PT) bloqueavam vias de São Paulo na manhã desta sexta-feira (15). Às 8h30, a Marginal Tietê estava totalmente fechada no sentido rodovia Castello Branco.

As pistas expressa e local da Marginal Tietê estavam interditadas na altura da Rua Tuiuti, no Tatuapé, Zona Leste de São Paulo.

Como reflexo do protesto, o trânsito estava travado na rodovia Ayrton Senna, no sentido São Paulo. Os motoristas enfrentavam 7 km de congestionamento no horário, do km 18 ao km 11.

Na Imigrantes, integrantes da Central Única dos Trabalhadores (CUT) fecharam o km 15, na região de Diadema. O ato começou por volta das 6h45 e foi encerrado por volta das 8h de acordo com a concessionária Ecovias.

Os motoristas enfrentavam 5 km de congestionamento no horário, do km 16 ao km 21. A Via Anchieta era uma opção na manhã desta sexta para quem deixa o litoral e o ABC rumo à capital, mas também apresentava pontos de parada no planalto devido ao excesso de veículos.

Na Ponte das Bandeiras, integrantes da Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil (CTB) fechavam a pista no sentido Santana. Minutos após o início do ato, o grupo passou a ocupar somente a faixa exclusiva de ônibus.

Outro grupo ainda interditava o Viaduto do Chá, no Centro de São Paulo, nos dois sentidos.


Leia mais no G1.
Protestos contra o golpe fecham vias de São Paulo
4 / 5
Oleh