segunda-feira, 11 de abril de 2016

Sabendo que SP e sudeste dominam a votação pró golpe, Cunha determina ordem de votação que contraria o rito determinado pelo STF


O Presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB/RJ), determinou a ordem dos parlamentares que votarão o impeachment no dia 17/04.

Os Deputados dos estados do nordeste serão os últimos a votarem, como a Presidenta Dilma Rousseff tem um imenso apoio na região, essa manobra permitirá que o placar pró-golpe se dilate inicialmente e, consequentemente, fará com que os congressistas nordestinos fiquem constrangidos na hora de votar.

Vale salientar que essa medida de Cunha é ilegal, pois o STF definiu que rito do impeachment deve ser igual ao de Collor, quando votação foi por ordem alfabética. 

Os partidos pró-democracia devem entrar com uma medida cautelar no STF afim de barrar mais um atendado à democracia cometido pelo político mais suspeito do país.
Sabendo que SP e sudeste dominam a votação pró golpe, Cunha determina ordem de votação que contraria o rito determinado pelo STF
4 / 5
Oleh