quarta-feira, 18 de maio de 2016

Mais uma mulher diz NÃO a Temer. Agora só resta a Rachel Sheherazade


A cantora Daniela Mercury foi procurada pela senadora Marta Suplicy (PMDB-SP) e recusou o convite para assumir a Secretaria Nacional de Cultura, relata a repórter fotográfica Marlene Bergamo.

Marta fez contato com a artista baiana no início desta semana e recebeu a negativa.

Pelo menos outras quatro mulheres procuradas pelo governo de Michel Temer (PMDB) para o posto já teriam recusado convites: a atriz Bruna Lombardi, a jornalista e apresentadora Marília Gabriela, a antropóloga Cláudia Leitão e a consultora de projetos culturais da FGV (Fundação Getulio Vargas), Eliane Costa.


Também já estiveram cotadas para o posto a ex-secretária municipal da área no Rio, Adriana Rattes, e a diretora mundial de Educação do Banco Mundial e ex-secretária municipal de Educação do Rio, Claudia Costin.

O governo fez os convites por causa da intenção de nomear uma mulher para a chefia do órgão, como resposta às críticas pela ausência de mulheres no ministério.

Folha de SP
Mais uma mulher diz NÃO a Temer. Agora só resta a Rachel Sheherazade
4 / 5
Oleh