sábado, 16 de julho de 2016

Presidente turco bota os militares para correr e reassume o poder


Brasil 24/7 - O presidente da Turquia, Recep Tayyip Erdogan, afirma ter retomado o poder depois da tentativa de golpe militar nas cidades de Istambul e Ancara na noite desta sexta-feira 15.
Segundo autoridades locais, pelo menos 90 pessoas morreram, inclusive vários civis, e mais de 1.500 militares foram presos pelas forças leais ao governo.
Erdogan disse que os golpistas pagarão caro por sua "traição" e anunciou que "o Exército será limpo". Foram expurgados 29 coronéis e cinco generais que teriam participado da conspiração contra o governo, segundo a agência de notícias Anadolu.
Em comunicado divulgado pelo chanceler interino, José Serra, o Itamaraty defendeu respeito às instituições. "O governo brasileiro insta todas as partes a se absterem do recurso à violência e recorda a necessidade de pleno respeito às instituições e à ordem constitucional".
Presidente turco bota os militares para correr e reassume o poder
4 / 5
Oleh